sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

JERUSALÉM - A GRANDE PROSTITUTA A BABILÔNIA SODOMA E EGITO


Infelizmente no nosso mundo, a mentira tem mais eficiência do que a verdade, muitas pessoas tem o costume de acreditar em factoides ao invés de ir em busca da verdade. No caso de Jerusalém é a mesma coisa, a religião evangélica que é maçônica, sempre irá distorcer a verdade. 
Nas escolas e faculdades de teologia do mundo evangélico, se aprende que Israel é o relógio escatológico de Deus e que Jerusalém é a cidade santa, isso tudo é uma mentira monstruosa, primeiro que Israel moderna branca é totalmente voltada à Maçonaria Illuminati, segundo que Jerusalém é uma cidade maldita, é a Grande Prostituta Luciferiana. 

Apocalipse 11 - JERUSALÉM - SODOMA E EGITO 11:8
Deram-me um caniço semelhante a uma vara de medir, e me foi dito: "Vá e meça o templo de Deus e o altar, e conte os adoradores que lá estiverem.
Exclua, porém, o pátio exterior; não o meça, pois ele foi dado aos gentios. Eles pisarão a cidade santa durante quarenta e dois meses.
Darei poder às minhas duas testemunhas, e elas profetizarão durante mil duzentos e sessenta dias, vestidas de pano de saco".
Estas são as duas oliveiras e os dois candelabros que permanecem diante do Senhor da terra.
Se alguém quiser lhes causar dano, da boca deles sairá fogo que devorará os seus inimigos. É assim que deve morrer qualquer pessoa que quiser causar-lhes dano.
Estes homens têm poder para fechar o céu, de modo que não chova durante o tempo em que estiverem profetizando, e têm poder para transformar a água em sangue e ferir a terra com toda sorte de pragas, quantas vezes desejarem.
Quando eles tiverem terminado o seu testemunho, a besta que vem do Abismo os atacará. E irá vencê-los e matá-los.
Os seus cadáveres ficarão expostos na rua principal da grande cidade, que figuradamente é chamada Sodoma e Egito, onde também foi crucificado o seu Senhor.
Durante três dias e meio, homens de todos povos, tribos, línguas e nações contemplarão os seus cadáveres e não permitirão que sejam sepultados.
Os habitantes da terra se alegrarão por causa deles e festejarão, enviando presentes uns aos outros, pois esses dois profetas haviam atormentado os que habitam na terra.
Mas, depois dos três dias e meio, entrou neles um sopro de vida da parte de Deus, e eles ficaram de pé, e um grande terror tomou conta daqueles que os viram.
Então eles ouviram uma forte voz do céu que lhes disse: "Subam para cá". E eles subiram para o céu numa nuvem, enquanto os seus inimigos olhavam.
Naquela mesma hora houve um forte terremoto, e um décimo da cidade ruiu. Sete mil pessoas foram mortas no terremoto; os sobreviventes ficaram aterrorizados e deram glória ao Deus do céu.
O segundo ai passou; o terceiro ai virá em breve.
O sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve altas vozes no céu que diziam: "O reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre".
Os vinte e quatro anciãos que estavam assentados em seus tronos diante de Deus prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus,
dizendo: "Graças te damos, Senhor Deus todo-poderoso, que és e que eras, porque assumiste o teu grande poder e começaste a reinar.
As nações se iraram; e chegou a tua ira. Chegou o tempo de julgares os mortos e de recompensares os teus servos, os profetas, os teus santos e os que temem o teu nome, tanto pequenos como grandes, e de destruir os que destroem a terra".
Então foi aberto o santuário de Deus no céu, e ali foi vista a arca da sua aliança. Houve relâmpagos, vozes, trovões, um terremoto e um grande temporal de granizo   Apocalipse 11:1-19
Lemos no capítulo 11 de Apocalipse que as duas testemunhas etarão em Jerusalém (cidade santa v.2) para falar a verdade e para apregoar que esta cidade não é tão santa assim, para tanto que a Besta que vem do Abismo as atacará e as matará v.7.
A tal cidade sagrada que os religiosos católicos, judeus e evangélicos idolatram tanto, é chamada de Sodoma e Egito v.8. Reparem que ela é chamada propositalmente de Sodoma, isto por causa da alta adesão do mundo ao Homossexualismo e Egito porque certamente é um mundo voltado a idolatria e paganismo. 
Todos se alegrarão pela morte das duas testemunhas v.10 até que um terremoto agride à cidade, de modo tal que morrem sete mil pessoas v.13


Apocalipse 16  - JERUSALÉM  A GRANDE BABILÔNIA 16:19
O sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e do santuário saiu uma forte voz que vinha do trono, dizendo: "Está feito! "
Houve, então, relâmpagos, vozes, trovões e um forte terremoto. Nunca havia ocorrido um terremoto tão forte como esse desde que o homem existe sobre a terra.
A grande cidade foi fracionada em três partes, e as cidades das nações se desmoronaram. Deus lembrou-se da grande Babilônia e lhe deu o cálice do vinho do furor da sua ira.
Todas as ilhas fugiram, e as montanhas desapareceram.
Caíram sobre os homens, vindas do céu, enormes pedras de granizo, de cerca de trinta e cinco quilos cada; eles blasfemaram contra Deus por causa do granizo, pois a praga fora terrível.
Apocalipse 16:17-21
Quando o sétimo anjo derrama a taça no ar, uma voz diz: - Está feito!
Há um terremoto enorme como nunca houve antes de tal modo que a grande cidade é dividida em três partes. Isso é uma punição e não benção, pois o Jerusalém é a cidade do pecado, a sede da religiosidade idólatra herética da terra, tanto é que Deus vê Jerusalém como a Grande Babilônia.


Apocalipse 17 - JERUSALÉM  A GRANDE PROSTITUTA 17:18
Um dos sete anjos que tinham as sete taças aproximou-se e me disse: "Venha, eu lhe mostrarei o julgamento da grande prostituta que está sentada sobre muitas águas,
com quem os reis da terra se prostituíram; os habitantes da terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição".
Então o anjo me levou no Espírito para um deserto. Ali vi uma mulher montada numa besta vermelha, que estava coberta de nomes blasfemos e que tinha sete cabeças e dez chifres.
A mulher estava vestida de azul e vermelho, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas. Segurava um cálice de ouro, cheio de coisas repugnantes e da impureza da sua prostituição.
Em sua testa havia esta inscrição: MISTÉRIO: BABILÔNIA, A GRANDE; A MÃE DAS PROSTITUTAS E DAS PRÁTICAS REPUGNANTES DA TERRA.
Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos, o sangue das testemunhas de Jesus. Quando a vi, fiquei muito admirado.
Então o anjo me disse: "Por que você está admirado? Eu lhe explicarei o mistério dessa mulher e da besta sobre a qual ela está montada, que tem sete cabeças e dez chifres.
A besta que você viu, era e já não é. Ela está para subir do abismo e caminha para a perdição. Os habitantes da terra, cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a criação do mundo, ficarão admirados quando virem a besta, porque ela era, agora não é, e entretanto virá.
"Aqui se requer mente sábia. As sete cabeças são sete colinas sobre as quais está sentada a mulher.
São também sete reis. Cinco já caíram, um ainda existe, e o outro ainda não surgiu; mas, quando surgir, deverá permanecer durante pouco tempo.
A besta que era, e agora não é, é o oitavo rei. É um dos sete, e caminha para a perdição.
"Os dez chifres que você viu são dez reis que ainda não receberam reino, mas que por uma hora receberão autoridade como reis, juntamente com a besta.
Eles têm um único propósito, e darão seu poder e sua autoridade à besta.
Guerrearão contra o Cordeiro, mas o Cordeiro os vencerá, pois é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; e vencerão com ele os seus chamados, escolhidos e fiéis".
Então o anjo me disse: "As águas que você viu, onde está sentada a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas.
A besta e os dez chifres que você viu odiarão a prostituta. Eles a levarão à ruína e a deixarão nua, comerão a sua carne e a destruirão com fogo,
pois Deus colocou no coração deles o desejo de realizar o propósito que ele tem, levando-os a concordarem em dar à besta o poder que eles têm para reinar até que se cumpram as palavras de Deus.
A mulher que você viu é a grande cidade que reina sobre os reis da terra".
Apocalipse 17:1-18
Jerusalém é chamada de A Grande Prostituta, ela é a mãe das abominações, mãe do pecado e é o relógio escatológico do mal, e não do bem como se ensinam nas religiões católicas e evangélicas. "A mulher que você viu é a grande cidade que reina sobre os reis da terra. Ap 17:18".



Apocalipse 18  - JERUSALÉM A BABILÔNIA
Depois disso vi outro anjo que descia do céu. Tinha grande autoridade, e a terra foi iluminada por seu esplendor.
E ele bradou com voz poderosa: "Caiu! Caiu a grande Babilônia! Ela se tornou habitação de demônios e antro de todo espírito imundo antro de toda ave impura e detestável,
pois todas as nações beberam do vinho da fúria da sua prostituição. Os reis da terra se prostituíram com ela; à custa do seu luxo excessivo os negociantes da terra se enriqueceram".
Então ouvi outra voz do céu que dizia: "Saiam dela, vocês, povo meu, para que vocês não participem dos seus pecados, para que as pragas que vão cair sobre ela não os atinjam!
Pois os pecados da Babilônia acumularam-se até o céu, e Deus se lembrou dos seus crimes.
Retribuam-lhe na mesma moeda; paguem-lhe em dobro pelo que fez; misturem para ela uma porção dupla no seu próprio cálice.
Façam-lhe sofrer tanto tormento e tanta aflição como a glória e o luxo a que ela se entregou. Em seu coração ela se vangloriava: ‘Estou sentada como rainha; não sou viúva e jamais terei tristeza’.
Por isso num só dia as suas pragas a alcançarão: morte, tristeza e fome, e o fogo a consumirá, pois poderoso é o Senhor Deus que a julga.
"Quando os reis da terra, que se prostituíram com ela e participaram do seu luxo, virem a fumaça do seu incêndio, chorarão e se lamentarão por ela.
Amedrontados por causa do tormento dela, ficarão de longe e gritarão: ‘Ai! A grande cidade! Babilônia, cidade poderosa! Em apenas uma hora chegou a sua condenação! ’
"Os negociantes da terra chorarão e se lamentarão por causa dela, porque ninguém mais compra a sua mercadoria:
artigos como ouro, prata, pedras preciosas e pérolas; linho fino, púrpura, seda e tecido vermelho; todo tipo de madeira de cedro e peças de marfim, madeira preciosa, bronze, ferro e mármore;
canela e outras especiarias, incenso, mirra e perfumes, vinho e azeite de oliva; farinha fina e trigo, bois e ovelhas, cavalos e carruagens, e corpos e almas de seres humanos.
"Eles dirão: ‘Foram-se as frutas que tanto lhe apeteciam! Todas as suas riquezas e todo o seu esplendor se desvaneceram; nunca mais serão recuperados’.
Os negociantes dessas coisas, que enriqueceram à custa dela, ficarão de longe, amedrontados com o tormento dela, e chorarão e se lamentarão,
gritando: ‘Ai! A grande cidade, vestida de linho fino, de roupas de púrpura e vestes vermelhas, adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas!
Em apenas uma hora, tamanha riqueza foi arruinada! ’ "Todos os pilotos, todos os passageiros e marinheiros dos navios e todos os que ganham a vida no mar ficarão de longe.
Ao verem a fumaça do incêndio dela, exclamarão: ‘Que outra cidade jamais se igualou a esta grande cidade? ’
Lançarão pó sobre a cabeça, e lamentando-se e chorando, gritarão: ‘Ai! A grande cidade! Graças à sua riqueza, nela prosperaram todos os que tinham navios no mar! Em apenas uma hora ela ficou em ruínas!
Celebre o que se deu com ela, ó céus! Celebrem, ó santos, apóstolos e profetas! Deus a julgou, retribuindo-lhe o que ela fez a vocês ’ ".
Então um anjo poderoso levantou uma pedra do tamanho de uma grande pedra de moinho, lançou-a ao mar e disse: "Com igual violência será lançada por terra a grande cidade da Babilônia, para nunca mais ser encontrada.
Nunca mais se ouvirá em seu meio o som de harpistas, dos músicos, dos flautistas e dos tocadores de trombeta. Nunca mais se achará dentro de seus muros artífice algum, de qualquer profissão. Nunca mais se ouvirá em seu meio o ruído das pedras de moinho.
Nunca mais brilhará dentro de seus muros a luz da candeia. Nunca mais se ouvirá ali a voz do noivo e da noiva. Seus mercadores eram os grandes do mundo. Todas as nações foram seduzidas por suas feitiçarias.
Nela foi encontrado sangue de profetas e de santos, e de todos os que foram assassinados na terra".
Apocalipse 18:1-24
Todos os Reis (ricos) da Terra se deliciaram com o pecado da grande cidade que é Jerusalém, todos os homens se deleitaram com sua glória, fama, fortuna e opulência, todos que seguiram os ditames de Jerusalém se deram mal, foram punidos e castigados, pois se aliaram ao pecado.


 Conclusão:
Jerusalém é dita como uma cidade santa pelos religiosos, quando na verdade é a sede do pecado na Terra, é a sede espiritual da maldade, é a sede da maçonaria illuminati, todo judaismo religioso que vemos hoje não é bíblico, nasceu na idade média quando os Khazarianos se converteram ao judaismo, e estes Khazarianos são europeus brancos que invadiram Israel e subjugaram o povo que morava lá, com a desculpa do Movimento Sionista, eles tomaram as terras dos seus antigos moradores. 
A Israel moderna e principalmente a cidade de Jerusalém atual, é na verdade a Sodoma e Egito Ap 11:8, A Grande Babilônia Ap 16:19, A Grande Prostituta Ap 17:18 é o centro do pecado, não é a cidade de Deus, é sim à cidade do Diabo, sede terrena do Inferno. 



A FARSA DO POVO BRANCO JUDEU - ELES SÃO KHAZARIANOS



Os Judeus brancos que vemos na TV, Revista, Jornais e na Internet, não são pertencentes às 12 tribos, não pertencem à linhagem de Abraão e nunca foram de fato, descendentes de Jacó. 
Estes se auto intitularam Judeus por causa de seu rei, Rei Bulan, que queria ter outra religião, uma que fosse monoteísta e de fácil aceitação para seu povo. Estes ditos "Judeus" são na verdade um antigo povo Khazari que quer dizer Errante, eles dominaram o centro asiático por volta do século VII até o século X, a região centro asiática que eles dominaram é nada mais nada menos que a famosa Turquia, ou seja, os Khazari são um povo branco seminômade turcomana que depois de se estabelecerem na Turquia, se converteram ao Judaismo.  Este povo foi aliado do Império Bizantino e se opuseram ao Império Sassânida e guerrearam também contra o domínio Árabe. 
Fugindo dos ataques dos Mongóis e derrotados pelo reinado de Kiev, os Khazari foram para Europa Oriental, ocupando lugares onde hoje é a Polônia, Hungria e Ucrânia, com o tempo estes ficaram conhecidos como Ashkenazes quando foram morar na Europa Central. O termo Ashkenaz é um termo hebraico medieval para Alemanha que foi um dos locais da Europa Central onde muitos deles foram morar. 
Segundo a Bíblia os  descendentes de Ashkenaz conforme a tradição, seriam os Citas um antigo povo Iraniano que viviam nas proximidades do Monte Ararate e eram chamados Ashkuza nas inscrições Assírias. A região da Ascânia na Anatólia deriva seu nome desse grupo, que se acredita ter avançado até a Europa. 
No ano de 740  em uma terra confinada entre o Mar Negro e Mar Cáspio conhecida como Khazaria, uma terra que hoje é predominantemente ocupada pela Georgia, mas também alcança dentro da Rússia, Polônia, Lituânia, Hungria e Romênia, surgiu o que se conhece hoje como Judeu branco, como vemos hoje na mídia.  Eles viviam cercados, pois tinham os muçulmanos de um lado deles e os católicos do outro lado, e constantemente temiam ataques de ambos os lados. O povo da Khazaria não era de nenhuma das duas crenças, ao invés disso praticavam adoração a ídolos e eram politeístas. O Rei da Khazaria, Rei Bulan, decidiu de modo a proteger sua gente contra o ataque, o povo da Khazaria deveriam converter-se a uma das crenças, mas qual? Se eles se convertessem ao islamismo eles estariam sob risco de ataque dos católicos e vice versa.
Havia outra religião que era capaz de negociar com católicos e muçulmanos. Esta era a raça dos judeus. O Rei Bulan decidiu se ele instruísse seu povo a converter-se ao judaísmo ele poderia manter ambas felizes, desde que eram desejosos de negociar com os judeus, e assim ele fez.
Tiveram que aprender a falar o Hebraico pois o povo Khazaria falava Yiddish, um idioma totalmente diferente do hebreu e adotou os princípios do livro mais sagrado dos judeus, o Talmud.
Khazaria

O que o mundo chama de Movimento Sionista, na verdade é uma colonização branca, uma invasão. Tudo orquestrado por um Jornalista maçom chamado Theodor Herzl 1860 - 1904 ele é considerado o Fundador do sionismo moderno

O povo Judeu branco de hoje é maçom, desde sua conversão à religião na Idade Média, Israel por si só é uma região de povo predominantemente negra, não com feições europeias como se vê hoje na mídia. A Israel moderna é hoje infelizmente uma cultura voltada à maçonaria illuminati, o Estado de Israel que nasceu no ano de 1948 na ONU, foi feita por Maçons, vemos até hoje os Estados Unidos, Inglaterra e outros países sempre ajudando a Israel branca maçônica em detrimento de outros povos e minorias que clamam por ajuda humanitária. 
O povo Judeu é negro, essa gente que todos vêem hoje em dia, é o povo da Khazaria que é branco e que resolveu se converter ao judaísmo, isso não é problema, mas se torna um problema, quando resolvem invadir o país e mudar toda a história da região e implantar uma cultura maçônica como vemos hoje.


Praça de Israel




terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

SALMOS



Título do Livro de Salmos em Hebraico é Tehillim, que quer dizer Louvores. O título na Septuaginta é Psalmoi que quer dizer Cânticos, que são músicas para serem acompanhadas com instrumentos de cordas, o título no nosso idioma Salmos, vem da Septuaginta. 
A palavra Saltério vem do Grego Psaltérion , um instrumento musical usado pelo povo do Oriente Médio, lembra a Harpa, que vem dai, a Palavra Salmos. 





Saltério


Os Salmos são divididos em cinco livros
Livro I Salmos 1 a 41
Livro II Salmos 42 a 72 
Livro III Salmos 73 a 89
Livro IV Salmos 90 a 106 
Livro V Salmos 107 a 150

57 Salmos de Oração - Mizmor
29 Salmos de Canção - Shir
13 Salmos de Poemas Contemplativos - Maschil
6 Salmos Poemas Dedicatórios - Mikton
5 Salmos de Oração -  Tepillah
1 Salmo de Louvor - Tchillah

O livro de Salmos foi escrito no período de mil anos, ou seja, de 1400 a 444 antes de Cristo, de Moisés a Esdras, e vários escritores foram ao longo desses mil anos, compilando o Salmos.  

Asafe, Hemã e Jedutum eram os dirigentes sobre os cantores da época de Davi. I Crônicas 25. Core, neto de Cora, com seus filhos eram os guardas do tabernáculo da época de Davi. Guarda é carregador. I Crônicas 19:19. Etã era um músico da época de Davi. I Crônicas 25:19.


Moisés escreveu 1 Salmo -  90
Etã escreveu 1 Salmo -  89
Salomão escreveu 2 Salmos -  72 e 127
A família de Asafe escreveu 12 Salmos - 50, 73, 74, 75, 76, 77, 78, 79, 80, 81,82, 83 
Os filhos de Coré escreveram 11 Salmos - 42,44, 45, 46, 47, 48, 49, 84, 85, 87, 88
Salmo 88 é atribuído a Hemã, embora muitos dizem que quem escreveu foram os filhos de Coré. 
O Rei David escreveu 72 Salmos
Os outros 48 Salmos não tem autor conhecido. 

Termos Técnicos
Mizmor: significa cântico com acompanhamento musical, vem do termo fazer melodia ,aparece pela primeira vez no Salmo 3.

Masquil: significa uma instrução, um discurso em verso Sl 32

Mictão: quer dizer Àureo, misterioso, escrito excelente. Sl 60

Sigaiom: quer dizer canto suave Sl 67

Tehila: hino Sl 45

Tefila: oração Sl 90
Selá: aparece 71 vezes nos Salmos,  significa pausa, isto é um descanso na parte vocal.

Higaiom: significa meditação, aparece no Salmo 9:16 associado com a palavra Selá que dá o sinal de pausa seguido de meditação ou reflexão.

Alamote: Som agudo para vozes de soprano Sl 46

Neginote: para instrumento de corda Sl 4 - 6 - 54

Cântico dos Degraus: subida a jerusalém. Sl 120

Jedutum: quer dizer Para o mestre da música  Sl 39, 62 e 67 






QUARTA FEIRA DE CINZAS



A Quarta Feira de Cinzas marca o início da quaresma, que segundo a religião Católica é um período de penitências e orações.  A quarta feira de cinzas é o dia de se arrepender dos pecados, depois de se entregar aos desejos da carne no período do carnaval, depois de se deleitar com a festa da carne durante o carnaval, o católico se entrega a reflexão e a orações. 
O Padre mancha a testa de cada celebrante com cinzas e o fiel fica com à marca até o pôr do sol, antes de lavá-la. 

É mais uma sandice religiosa católica, que calro, não tem nada haver com a Bíblia, como qualquer religião herege, eles pegam costume do povo israelita e coloca na sua religião, não tem nenhum versículo que menciona a quarta feira de cinzas ou a quaresma o mesmo o carnaval, não tem respaldo bíblico algum. 
E é muito controverso essas cerimônias religiosas, pois em um momento o cidadão é liberado para cometer todos os desejos da carne, em um dia se pode cometer todos os tipos de excessos, para que no outro momento se fazer uma reflexão, não tem como isso ser bíblico, pois todos os dias temos que guardar para o Senhor Deus, e não essa liberalidade demoníaca, em que se pode pecar em um dia e no outro não, e pasme, tudo isso liberado pela religião. 
Não tem cabimento tamanha heresia, mas o mundo segue o que manda a religião, para verificar que realmente este mundo é do maligno. 


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

AVIVAMENTO


Ouvi, Senhor, a tua palavra, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida; na tua ira lembra-te da misericórdia.
Habacuque 3:2

Avivamento na religião evangélica é o indivíduo ter experiências espirituais, como falar línguas, pular, gritar, rodar, cair no que eles chamam de espírito, é ter o que eles chamam de efervescência espiritual, a isto, eles chamam de Batismo no Espírito Santo. 
Nesse contexto, os evangélicos dizem que acontecem coisas incomuns, como por exemplo, curas, milagres, ressurreição dos mortos, etc. 
Segundo contam, o avivamento evangélico pentecostal tem início na Rua Azuza, mas há quem alega que não foi a Rua Azuza que teve este chamado despertar pois houve em 1730 e 1740 no Reino Unido o que é conhecido como Primeiro Grande Despertamento. 
De uma forma ou de outra, o Avivamento ou o Primeiro Grande Despertamento são movimentos pentecostais que causou um impacto nas comunidades religiosas locais. 

Não é Bíblico
Mas observando o que está escrito nos Evangelhos, leremos que tanto um quanto o outro, ou seja, o Avivamento e o Primeiro Grande Despertamento, não tem nada com os ensinamentos de Jesus, estes movimentos são meramente atividades religiosas espíritas, criadas por pastores calvinistas, arminianistas, pentecostais e maçons. Eles pegaram elementos do espiritismo e colocaram no seio da religiosidade evangélica.
Não tem ninguém no Antigo ou Novo Testamento que teve estas ditas experiências espirituais, não há um registro sequer nos textos testamentários que alguém teve esses "avivamentos ou grande despertamentos". 

Espiritismo
No espiritismo, temos várias experiências que coincidem com esses movimentos estranhos da religião gospels, como entrar em transe hipnótico que os religiosos evangélicos dizem que é entrar em mistério, na verdade eles estão possuídos por espíritos das trevas, pois o gado fica inconsciente recebendo o encosto e o mesmo fica em êxtase e fora de si. O religioso fica sem consciência e uma vez em êxtase, este não sabe o que faz, quando está possuído pelos demônios, igualmente no espiritismo, quando o cavalo recebe a entidade e fica fora de si.
Não vemos ninguém na Bíblia que fica inconsciente quando está sendo usado por Deus, segundo lemos nas escrituras, todos os que foram usados pelo Senho Deus, estavam conscientes, acordados e espertos, pois o Senhor Deus quer que todos estejam cientes do que fazem e não o contrário. 

Então, o que é o Avivamento?
Avivamento segundo o que está escrito nos Evangelhos é ser uma nova criatura, não é pular, rodar e entrar em êxtase, é sim ser bom para com os outros, ser honesto, compassivo, justo, ter boas virtudes, andar em novidade de vida. 




segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

ÍNDICES ECONÔMICOS


mídia fala todos os dias sobre os índices econômicos, mas poucos são aqueles que sabem o que eles significam, são muitas siglas, nomes e palavras técnicas que fica longe do grande público, neste blog, entenda o que são estes índices, pois eles fazem parte da sua rotina, talvez você não goste deles, mas não pode negar que estes tem total influência na sua vida cotidiana. Portanto, é salutar você saber o que são de fato estes tais índices econômicos. Vamos a eles.

IPCA - Índice de Preço ao Consumidor Amplo
É medido mensalmente pelo IBGE, é o índice oficial de inflação do país, o Banco Central o utiliza para medir a inflação, já o Governo Federal utiliza para verificar se a meta inflacionária será atingida.

SELIC - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia
É mais conhecida como a taxa básica de juros, é utilizada nos empréstimos entre os bancos, empresas e pessoas físicas e também como aplicações praticadas pelos bancos nos títulos públicos federais, ela é o piso do dos juros no país.

Taxa de Câmbio
É a relação monetária entre as moedas dos países, ou seja a troca entre as moedas.

Cambio Flutuante
Quando as operações entre as moedas ficam descontroladas e o governo perde o controle entre elas, isso é chamado de câmbio flutuante.
O cambio ou troca entre as moedas, "flutua", isto de acordo com a oferta e demanda do mercado.

IGP-M - Índice Geral de Preços do Mercado
É uma das versões do IGP e é medido pela Fundação Getúlio Vargas - FGV, mede a inflação da matéria prima agrícola e da indústria e bens e serviços finais, como também contrato de aluguel, seguros de saúde e reajuste de tarifas públicas.

IPCM - Índice de Preços ao Consumidor e Mercado  

Faz parte do cálculo do IGP-M. Sua medição é feita de maneira semelhante e é calculado mensalmente nos municípios do Rio de Janeiro e São Paulo. Os preços pesquisados abrangem famílias com rendimento mensal de até 33 salários mínimos. Serve para indexar os valores das despesas da população. 


INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor
É medido a partir do Índice de Preços ao Consumidor - IPC e oferece uma variação dos preços do mercado varejista e mostra o aumento do custo de vida da população brasileira.
É usado para negociação de reajustes dos salários dos trabalhadores de baixa renda, que varia de 1 a 6 salários mínimos.

IPC – Índice de Preços ao Consumidor
Pertence a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas ou FIPE, mede a inflação no município de São Paulo, servindo como indexador para contratos da Prefeitura de São Paulo.



sábado, 6 de janeiro de 2018

CARIDADE

O termo vem do Latim Caritate que quer dizer beneficência, benevolência, compaixão, bondade, piedade, etc. É o amor em ação, em prol do nosso próximo, é o ato de altruísmo, fazer o bem a quem quer quem seja, sem querer prêmio, recompensa ou algo em troca.
Todas as religiões pregam sobre a caridade, não importa a crença religiosa, todas concordam que somos melhores e completos, se ajudarmos nosso próximo, isso vai além de teologias religiosas, vai além de denominações ou doutrinas institucionais, pois isso requer olhar nosso irmão com compaixão e ternura, pois dor de barriga não dói só uma vez, e ninguém sabe quando chegará nossa vez de pedir ajuda, pois não sabemos como será o dia de amanhã.
A essência da caridade é amar o próximo como a nós nos amamos, não importa quem seja.

Espiritismo 
A Doutrina Espírita entende a caridade como um dever moral de todo homem e que não se resume apenas ao auxílio material. No Livro dos Espíritos, item 886, Allan Kardec pergunta aos espíritos superiores:

"886. Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus?
Benevolência para com todos, indulgência para com as imperfeições dos outros, perdão das ofensas."

“Caridade é, sobretudo, amizade. Para o faminto:- é o prato de sopa. Para o triste: é a palavra consoladora. Para o mau: é a paciência com que nos compete auxiliá-lo. Para o desesperado: é o auxílio do coração. Para o ignorante: é o ensino despretensioso. Para o ingrato: é o esquecimento. Para o enfermo: é a visita pessoal. Para o estudante: é o concurso no aprendizado. Para a criança: é a proteção construtiva. Para o velho: é o braço irmão. Para o inimigo: é o silêncio. Para o amigo: é o estímulo. Para o transviado: é o entendimento. Para o orgulhoso: é a humildade. Para o colérico: é a calma. Para o preguiçoso: é o trabalho. Para o impulsivo: é a serenidade. Para o leviano: é a tolerância. Para o deserdado da Terra: é a expressão de carinho.”          Francisco Cândido Xavier

Catolicismo
A doutrina católica classifica a caridade como uma das virtudes teologais e uma das sete virtudes. Tem o mesmo significado que o Ágape. É um sentimento que pode ter dois sentidos, o sentimento para si mesmo, e ao próximo.

Budismo
A generosidade é o primeiro e mais básico paramita, ou seja, uma das maneiras de atravessar de samsara para a iluminação. Há três tipos de generosidade: material, de conhecimento e a de tirar os seres de um estado de medo.
Dois conceitos fundamentais que devem ser citados são: O amor, que é a motivação de querer que os outros seres sejam felizes e a compaixão, que é a motivação de querer que os outros seres não sofram.

Islamismo

Eles usam o termo Zakat. O zakat diz respeito à responsabilidade social que o muçulmano deverá ter em relação ao seu semelhante. 

Não é Religião, é Ação
A caridade é humana, não é religiosa, e todo aquele que quer ser religioso, pode ser, se obedecer o que está escrito em Tiago; "Se alguém diz ser religioso e afinal não é capaz de travar a sua língua, engana-se a si mesmo; a sua religião não vale nada.
Mas a verdadeira religião, aos olhos de Deus, pura e sem falhas, consiste em amparar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações. Consiste também em não se deixar influenciar pela corrupção do mundo. Tiago 1:25,26" João o Apóstolo escreveu; "Se alguém for abastado em recursos materiais, e, vendo o seu irmão em necessidade, não o ajudar, como poderá estar nele o amor de Deus?1 João 3:17" portanto, é prática humana, sem doutrinas, regras teológicas ou conceitos religiosos, é somente estender a mão par quem precisa e ponto. 
Jesus disse; 
"Quando eu, o Filho do Homem, vier na minha glória com todos os anjos, então sentar-me-ei no meu trono glorioso, e todas as nações serão reunidas diante de mim. Separarei o povo como um pastor aparta as ovelhas das cabras, e porei as ovelhas à minha direita e as cabras à minha esquerda.
E então eu, o rei, direi aos que estiverem à minha direita: 'Venham, filhos felizes do meu Pai, para o reino que vos foi preparado desde o princípio do mundo. Porque tive fome e deram-me de comer; tive sede e deram-me água; era estranho e convidaram-me para vossas casas; andava nu e vestiram-me; estive doente e cuidaram de mim; estive na prisão e visitaram-me.
Esses homens justos perguntarão: 'Senhor, quando foi que alguma vez te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? Ou, sendo um estranho, te hospedámos? Ou nu, te vestimos? Quando te vimos alguma vez doente, ou na prisão, e te visitámos? ?
E eu, o rei, lhes direi: 'Quando fizeram isso a um destes meus mais insignificantes irmãos, a mim o fizeram!
Voltar-me-ei para os que estiverem à minha esquerda e lhes direi: 'Saiam daqui, malditos, para o fogo eterno preparado para Satanás e seus demónios, porque tive fome e não me deram de comer; tive sede e não me deram de beber; fui um estranho e não me deram hospedagem; andava nu e não quiseram vestir-me; estive doente e na prisão e não me visitaram.
Então responderão: 'Senhor, quando foi que alguma vez te vimos com fome, ou sede, ou, sendo tu estranho, ou andando nu, ou estando doente, ou na prisão, não te socorremos?
E responderei: 'Quando não quiseram socorrer o mais insignificante destes meus irmãos, era a mim que recusavam ajuda. d
E estes irão para o castigo eterno, mas os justos irão para a vida eterna.Mateus 25:17-24" 

Não encare como uma obrigação religiosa, mas sim como uma condição humanitária e não encare isso como um gasto, mas como um grande investimento. 
"Lembrem-se disto: o que semeia pouco, pouco também ceifará; o que semeia em abundância, abundância também ceifará
Cada um contribua segundo propôs no seu coração. Não como uma obrigação, porque Deus ama quem dá com alegria.
Deus pode bem abençoar-vos de tal maneira que tendo sempre, em tudo, aquilo que vos é preciso, possam ainda ajudar generosamente os outros.

Porque Deus, que dá a semente para o lavrador plantar, e depois o fruto para se alimentar, também vos dará os meios para que a vossa sementeira se multiplique em frutos de justiça. 2 Coríntios 9:6-9"

"Deus não é injusto. Ele não se esquece do vosso trabalho e do amor que têm mostrado pelo Senhor, até pelos serviços que têm prestado - e continuam a prestar - aos crentes. Hebreus 6:10"

A caridade vai além de dizimar, pois em nenhum momento os evangelhos defendem a prática do Dízimo, esse conceito não existe no Novo Testamento, não é uma prática religiosa obrigatória, pois isso não existe no Evangelho de Cristo, o que existe é nós nos preocuparmos com a condição de vida do nosso irmão, e é nosso dever moral, ajudar nossa família para que não tenha nenhum que esteja necessitado no nosso meio. 
Todos os que criam, estavam unidos e tinham tudo em comum,
e vendiam as suas propriedades e bens e os repartiam por todos, conforme a necessidade de cada um.
Diariamente perseverando unânimes no templo, e partindo pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração,
louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. Todos os dias acrescentava-lhes o Senhor os que se iam salvando. Atos 2:44-47

Da comunidade dos que creram o coração era um e a alma uma, e nenhum deles dizia que coisa alguma das que possuía era sua própria, mas tudo entre eles era comum.
Com grande poder os apóstolos davam o seu testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.
Pois nenhum necessitado havia entre eles; porque todos os que possuíam terras ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que vendiam
e depositavam-no aos pés dos apóstolos; e repartia-se a cada um conforme a sua necessidade. Atos 4:32-35

Portanto meus amados irmãos, que nós ajudemos uns aos outros, pois JUNTOS SOMOS UM